Qual a diferença entre DDA e o débito automático?

Qual a diferença entre DDA e o débito automático?

Qual a diferença entre DDA e o débito automático?

O avanço da tecnologia e dos serviços de segurança geraram facilidades para a vida financeira dos correntistas. Se há 30 anos era impossível imaginar um sistema de pagamentos que dispensasse as idas às agências, hoje o impossível é imaginar ir a um banco.

Pagar contas é uma prática que faz parte da vida de todo cidadão. E as vezes ao comprar um imóvel ou outro bem com várias parcelas, é comum optar pelo pagamento automático para não se esquecer de nenhuma parcela. Para isso existem dois métodos bem comuns: o Débito Direto Autorizado, também conhecido como DDA e o Débito automático. Mas você sabe a diferença entre eles? Qual a melhor opção?

Diferente do débito automático, essa ferramenta auxilia no planejamento financeiro mensal das pessoas. Assim, seja via DDA ou por boletos convencionais, é mais fácil ter o controle do que acontece na conta bancária.

O que é Débito Direto Autorizado?

O DDA ou Débito Direto Autorizado é um sistema que permite reunir boletos de cobrança gerados para o mesmo CPF ou CNPJ em um só lugar. Assim, você pode ver no site ou no app do seu banco, por exemplo, as contas que estão registradas no seu nome.  

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) desenvolveu esse sistema para facilitar a vida financeira dos clientes. Mas também tinha como objetivo contribuir com o meio ambiente, já que assim você não precisa de boletos em papel para pagar as contas.  

Como funciona o DDA 

Para participar do DDA, em primeiro lugar, o cliente precisa autorizar o acesso do banco aos seus dados. Isso pode ocorrer pelo app, site ou telefone, dependendo da instituição.  

A partir daí, poderá visualizar os boletos no mesmo lugar, em formato digital. Isso não autoriza nenhum tipo de cobrança automática, mas facilita a sua vida, já que você pode pagar a conta pela mesma plataforma. Além disso, alguns bancos permitem, por exemplo, que você agende o pagamento da conta. Isso ajuda você a manter o controle das suas finanças e a não perder prazos.  

Quais contas podem entrar no Débito Direto Autorizado?

O DDA serve somente para reunir boletos de cobrança. Ou seja, aqueles documentos que indicam dados da conta de quem irá receber o pagamento, como aluguel, condomínio, mensalidade escolar e financiamentos.  

Já a cobrança de impostos como IPTU, IPVA e outros não entra nessa lista. Também não entram no DDA serviços de utilidade pública, como água, luz e telefone.  

O que não pode ser pago com Débito Direto Autorizado?

Os boletos de serviço público e tributos não podem ser pagos com o DDA. Entre eles estão:

  • Água
  • Gás
  • IPTU e IPVA
  • Luz
  • Telefone

E se o boleto não estiver no meu nome? 

Se você é responsável por pagar uma conta que está em nome de outra pessoa, não tem problema. Alguns bancos permitem que você autorize esse boleto no seu DDA.  Assim, pagamentos como mensalidade escolar, por exemplo, também podem entrar no sistema. 

Quais as vantagens?

As vantagens de recorrer a essa ferramenta são inúmeras, tanto para quem paga quanto para quem recebe as contas. Entre as principais estão:

•    diminui os riscos de fraudes bancárias ou alteração de dados cadastrais;
•    serviço seguro e 100% gratuito;
•    alternativa sustentável, já que não utiliza papéis;
•    proporciona mais praticidade para o cliente efetuar pagamentos;
•    evita o atraso no recebimento de correspondências.

O que é o Débito automático?

Débito automático é um serviço oferecido por bancos e outras instituições financeiras para quitar automaticamente contas recorrentes usando o saldo em conta do cliente. Com isso, o responsável pela conta não precisa fazer o pagamento de forma manual todos os meses. Para que o débito automático possa ser usado, é necessário que o titular da conta bancária autorize essa operação e peça à instituição financeira da conta onde o débito será feito.

O titular tem o direito de cancelar, quando quiser, essa forma de pagamento – o cancelamento da conta bancária também implica, por exemplo, no cancelamento do débito automático.

Vale lembrar que não são todas as instituições financeiras que operam o débito automático – e nem todas as empresas que receberão os recursos da conta são autorizadas pelo Banco Central para receber via débito automático.

Quais contas podem ser pagas com débito automático?

De forma geral, o débito automático pode ser utilizado para quitar contas de serviços públicos e alguns tributos. Os exemplos mais comuns são luz, água, gás, telefone, internet e o IPTU.

Como funciona o débito automático?

O débito automático funciona como um meio de pagamento automatizado para contas frequentes. Em vez de pagar o boleto de forma manual, a pessoa autoriza o débito automático e a instituição financeira faz o pagamento automaticamente todos os meses usando o saldo da conta.

Para usar o débito automático, é necessário ser cliente de uma instituição financeira que oferece esse serviço e ter alguma conta mensal que permita essa forma de pagamento – como de água, luz e gás. Depois, é só cadastrar a conta em débito automático e garantir que tenha saldo suficiente para quitar o boleto no dia do vencimento.

Quais as vantagens do débito automático?

São três as principais vantagens desse meio de pagamento:

  • Não atrasar o pagamento da conta;
  • Não se esquecer de realizar o pagamento ou se preocupar com aquela despesa;
  • Normalmente, é uma função gratuita e sem cobranças adicionais.

Qual a diferença entre DDA e débito automático?

De forma resumida, o DDA, Débito Direto Autorizado, permite visualizar em um único lugar os boletos a pagar, já o débito automático realiza o pagamento das contas cadastradas de forma automatizada. Além disso, cada sistema funciona para tipos diferentes de contas.

Para ficar mais fácil de visualizar essas diferenças, veja a tabela abaixo:

Simplificar a vida financeira é um dos objetivos de quem gosta de praticidade. No entanto, a dica é sempre ficar atento se os serviços oferecidos são compatíveis com as suas necessidades e se, de fato, irão atender ao que você busca. O segredo é se manter sempre atento ao que o mercado oferece.

Para saber mais informações sobre dicas de gestão de financeira, ferramentas para otimizar seu negócio e novidades sobre mercado de tecnologia acesse o nosso blog https://www.supplymidia.com.br/blogsupply/.

Compartilhe:
FacebookTwitterLinkedIn

Receba nossas novidades

Junte-se à nossa newsletter para se manter atualizado sobre recursos e lançamentos.

    Ao se inscrever, você concorda com nossa Política de Privacidade e dá consentimento para receber atualizações da nossa empresa.