Saiba como funciona a TEF, meio de Transferência Eletrônica

Saiba como funciona a TEF, meio de Transferência Eletrônica

Saiba como funciona a TEF, meio de Transferência Eletrônica

Gestores de empresas com foco em comércio e varejo precisam conhecer a TEF (Transferência Eletrônica de Fundos), solução que realiza transações financeiras quando uma compra é paga com cartão de crédito ou débito. Embora seja uma ferramenta mais associada a grandes fluxos de vendas também pode ser utilizada com sucesso em companhias de menor porte.

Pagamentos feitos por cartões de crédito antigamente eram artigos que apenas as pessoas com uma bolsa financeira um pouco maior poderiam ter, ou seja, eram objetos vistos como um artigo de luxo. Hoje em dia é difícil encontrar alguém que não tenha um cartão de crédito nos bolsos, ou ainda que realizem suas transferências através de talões de cheque. A preferência pelo dinheiro digital está em constante crescimento, principalmente quando pensamos em vendas de alto valor.

Por esses motivos, os empreendimentos que possuem um grande fluxo de transações diariamente necessitam de um sistema que forneça, de uma forma segura e fácil, uma maneira de acompanhar as preferências dos clientes, facilitando cada vez mais o pagamento deles.

Uma das soluções para esse tipo de situação é o sistema TEF (Transferência Eletrônica de Fundos), que permite a transação digital, pois realiza a transmissão de informações financeiras relacionadas ao cartão de crédito.

Celular fazendo transferência eletrônica

O que é a TEF?

O TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) é um sistema que permite a realização de vendas por meio de cartões de forma prática, facilitando a comunicação com a operadora de cartões, além disso, torna possível a unificação de pagamentos no débito, crédito entre diferentes bandeiras.

Essa é uma solução multi-adquirente que permite as transações com o mesmo Pin Pad – aparelho eletrônico usado para inserir o cartão e digitar a senha – em diversas bandeiras e adquirentes. Assim, com apenas um aparelho é possível integrar as vendas feitas em cartão ao lançamento de produtos no próprio sistema da loja, evitando erros e falhas humanas no processo. Como é sabido, ela já é largamente utilizada por empresas de comércio e varejo, em que há um fluxo de vendas constante ao longo dos dias.

Por outro lado, a TEF não se aplica apenas para grandes empresas. Micro e pequenos empresários também podem tirar proveito e contar com os diversos benefícios desse sistema, que garante mais formas de pagamento ao consumidor e amplia o controle de vendas.

Como funciona a TEF

O TEF funciona assim: o comerciante instala um software no computador do caixa ou, se preferir, podendo ser também no notebook, tablet ou celular da empresa e conecta o aparelho escolhido na máquina Pin Pad, assim, quando um cliente passar pelo caixa e realizar o pagamento pelo cartão, todas as informações passarão por esse software.

Dessa forma, todos os dados da compra se unificam em um só lugar de forma automática, permitindo que o comerciante tenha total tranquilidade, tendo em vista que as informações são conciliadas com o método de vendas da empresa, garantindo ainda melhores taxas com as adquirentes de cartão.

Quais tipos de TEF existem?

Há três tipos de sistemas TEF que podem ser contratados para uma empresa que deseja adicionar os meios de pagamento eletrônico. A maior diferença entre eles são os métodos que utilizam para compartilhar as informações digitais entre as empresas envolvidas no processo de transação.

  • TEF Discado

O TEF discado possui dispositivos chamados Pin Pads entre as linhas telefônicas dos empreendimentos. Através dessa ferramenta, as informações necessárias para a aceitação do pagamento são compartilhadas através da rede telefônica. Esse tipo de sistema geralmente possui respostas mais lentas do que os outros devido à necessidade de discagem com a linha telefônica.

  • TEF IP

A solução estabelece conexão entre as partes através de protocolo IP, o que necessita do uso da internet para compartilhamento de informações digitais. O TEF IP é mais utilizado por empresas que possuem um alto fluxo de transações e que impossibilita o uso de um TEF discado ou POS devido à maneira de conexão não suportar a alta gama de informações. Além disso, essa solução tende a ser mais veloz, tendo em vista que a comunicação é estabelecida através da internet.

  • TEF Dedicado

Essa solução estabelece conexão através de linhas VPN (rede virtual privada), onde a linha dos computadores chamado Pin Pads são ligados a conexão X, que geralmente é apresentada pelas redes de telefonia. Isso proporciona agilidade e rapidez no processo de compartilhamento de informações e, consequentemente, na aprovação da compra. Essa solução pode ser integrada com a automação industrial da empresa, o que possibilita um único TEF concentrado, desde que as empresas que utilizem possuam o mesmo CNPJ.

Vantagens e desvantagens

O TEF tem muito oferecer para os lojistas que tem grande volume de vendas, pois ele economiza tempo e evita fraudes. A seguir, confira as vantagens do sistema:

Vantagens

  • Diminuição das filas nos caixas: o TEF consegue pegar o valor total da venda do sistema PDV e colocar na máquina de cartão. Além disso, ao digitar a senha e confirmar a operação, o TEF, novamente, faz a conexão e envia essa informação para o sistema do caixa, finalizando a venda.
  • Vendas com valores corretos: por conta de o próprio sistema informar o valor da venda diretamente na maquininha, não ocorre erros de digitação na hora de informar o valor.
  • Negociação das taxas: os lojistas não ficam limitados às bandeiras oferecidas pelas máquinas de cartões. Com o TEF é possível escolher, de acordo com a bandeira, qual operadora utilizar. Assim, fica mais fácil negociar as taxas e optar por aquelas que são mais vantajosas para o negócio.
  • Controle das vendas pelo cartão: o sistema oferece relatórios gerenciais em que é possível ver quais vendas foram realizadas pelo cartão em cada caixa, entre outras informações.
  • Troca de máquina: em estabelecimentos em que não há o TEF, é possível que ocorra a troca da máquina de cartão, por quem está comprando, por outra. Assim, o valor pago vai cair em outra conta. Já com o TEF, a máquina fica conectada diretamente com o computador, dificultando que ocorra esse tipo de fraude.

Desvantagens

As desvantagens ficam por conta do processo de instalação de todo o aparato e do investimento inicial. Já que é preciso ter um PDV, um software VPN (para a segurança das informações) e o TEF. Além disso, é preciso ter internet para fazer a comunicação entre as operadoras e o sistema.

Por fim, o TEF impossibilita que a máquina de cartão seja removida do caixa para fazer as transações. Sendo assim, em estabelecimentos como restaurantes, em que a conta, às vezes, é paga na mesa, é necessário ter uma máquina de cartão à parte.

Toda empresa precisa de um TEF?

Empresas de médio e grande porte que tenham um bom fluxo de vendas, como supermercados, restaurantes, postos de combustíveis, entre outros, se faz necessário ter um TEF. Isso porque, ele vai agilizar as vendas realizadas com cartão de crédito e débito, além de lhe fornece informações importantes sobre essas transações. Porém, é importante ressaltar que em alguns estados brasileiros o TEF é obrigatório, dependendo do ramo em que a empresa trabalha. Por isso, consulte um contador, a Secretaria da Fazenda ou a Câmara de Comércio para mais informações.

Fornecer um método de pagamento eletrônico é essencial para o bom andamento de uma empresa atualmente e as formas de viabilizar isso aos desenvolvedores e empresários está cada vez mais fácil. Por isso, faça uma boa pesquisa, planeje, analise e contrate um serviço mais adequado para você. Para saber mais informações sobre novas tecnologias e como podemos melhorar e otimizar a sua rotina, acesse o nosso site https://www.supplymidia.com.br/.

Compartilhe:
FacebookTwitterLinkedIn

Receba nossas novidades

Junte-se à nossa newsletter para se manter atualizado sobre recursos e lançamentos.

    Ao se inscrever, você concorda com nossa Política de Privacidade e dá consentimento para receber atualizações da nossa empresa.