Mas afinal, o que é o Empreendedorismo?

Mas afinal, o que é o Empreendedorismo?

Mas afinal, o que é o Empreendedorismo?

O empreendedorismo é a competência de criar um negócio do zero e gerenciar essa empresa de forma a gerar retorno positivo (valor). Muita gente associa a habilidade de empreender com a geração de lucro, pura e simples, mas essa não é uma verdade absoluta. Empreendedorismo não é apenas abrir empresa, mas uma solução para muitas das dores de consumidores e da sociedade como um todo.

O Brasil é um país de empreendedores. Segundo uma pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), cerca de 52 milhões de brasileiros entre 18 e 64 anos estavam envolvidos com alguma atividade empreendedora em 2018. Mas afinal, o que é o Empreendedorismo?

O Empreendedorismo

Empreendedorismo é a capacidade que uma pessoa tem de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade.

Pode ser um negócio, um projeto ou mesmo um movimento que gere mudanças reais e impacto no cotidiano das pessoas. Empreendedoras e empreendedores questionam a realidade e fazem acontecer a revolução todos os dias. Em todas as partes do Brasil e do mundo. Ao inovar e solucionar problemas de outras pessoas, de outras empresas ou de toda a sociedade, o empreendedorismo promove um grande desenvolvimento.

O exemplo de empreendedoras e empreendedores é fonte de inspiração para fazer mais e melhor. Quanto maior o sonho, maior a disposição para enfrentar obstáculos dentro do empreendedorismo. Dessa forma, o empreendedorismo pode estar latente ou manifestado de diferentes formas.

Mulheres reunidas em frente a uma mesa de escritório

 

O perfil de um Empreendedor

Embora cada empreendedora ou empreendedor seja uma pessoa diferente, há algumas características que todos precisam ter:

Otimismo: não confunda otimista com sonhador. O otimista sempre espera o melhor e acredita que tudo vai dar certo no final, mas faz de tudo para chegar aos seus objetivos. Isso inclui, claro, mudanças em seu negócio. Já o sonhador não enxerga riscos e, mesmo que seu negócio esteja falindo, continua fazendo a mesma coisa por acreditar cegamente que basta sonhar para realizar.

Autoconfiança: acreditar em si mesmo é fundamental para valorizar seus próprios talentos e defender suas opiniões. Assim, esse tipo de empreendedor costuma arriscar mais.

Coragem: sem temer fracasso e rejeição, um empreendedor faz tudo o que for necessário para ser bem-sucedido. Essa característica não impede que sejam cautelosos e precavidos contra o risco, mas os faz entender a possibilidade de falhar.

Persistência e resiliência: motivado, convicto e entusiasmado, um bom empreendedor pode resistir a todos os obstáculos até que as coisas finalmente entrem nos eixos. Ele não desiste facilmente, supera desafios e segue até o fim, sempre perseverante.

Como ser um empreendedor?

O empreendedorismo começa com a ideia de um produto ou serviço que ofereça a solução para os problemas e necessidades que mencionamos acima. O primeiro passo para ser um empreendedor, portanto, é ter a perspicácia de perceber essas oportunidades. Mas não se trata de mera intuição, ela tem um papel importante, é claro, mas é possível partir da racionalidade, analisando fatos.

Há cada vez mais dados e informações diversas para embasar a criação de novos negócios e podem ser escolhidos vários caminhos, por exemplo:

  • Atender a uma demanda reprimida em determinada localidade
  • Desenvolver um produto ou serviço novo, criando um público novo
  • Diferenciar-se e chamar a atenção melhorando um produto ou serviço que já existe e é conhecido.

De qualquer maneira, observar uma oportunidade e pensar na solução é apenas o começo. Ninguém empreende se não sair do campo das ideias. O empreendedorismo implica em correr riscos, em colocar o planejamento em prática e desenvolver uma empresa.

O caminho mais adequado para isso é obter um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), que é o CPF da empresa, a formalização do negócio dentro das regras legais.

Quais são os tipos de empreendedorismo?

Assim como existem diversos tipos de empreendedores, também existem vários tipos de empreendedorismo. Ao longo dos anos, empreender deixou de ser algo estritamente ligado à criação de uma empresa e ganhou novas formas.

  • Empreendedorismo por necessidade

Quando alguém usa a palavra empreendedorismo sozinha, sem complementos, geralmente está se referindo ao ato de criar o próprio negócio de produtos ou serviços – independentemente do porte. O empreendedor por oportunidade é aquele que identifica um terreno inexplorado e cria uma empresa para preencher este espaço. ele que cria um negócio porque não encontra outra forma de ganhar dinheiro.

  • Empreendedorismo social

Criar um negócio que resolve um problema social ou ambiental e ainda dá lucro: isso é empreendedorismo social. s negócios sociais (ou de impacto social), como são chamados, têm crescido cada vez mais nos últimos anos. Elas se diferenciam das Organizações Não Governamentais (ONGs) porque estas, apesar de trabalharem para resolver alguma necessidade social ou ambiental, não têm como objetivo gerar lucro.

  • Empreendedorismo corporativo 

Ou seja, o empreendedor corporativo é aquele que age como dono do negócio sem o ser de fato, é que ter uma postura empreendedora dentro de uma empresa que não é sua: estar sempre atento a novas oportunidades de negócios e de melhorias de processos, agir proativamente, identificar problemas e propor soluções, cuidar do todo.

  • Empreendedorismo digital

Com a popularização da internet, surgiu espaço para negócios que operam majoritariamente no ambiente virtual – um mercado que só cresce no mundo inteiro. Além do comércio eletrônico, outros exemplos de empreendimentos digitais são empresas de marketing digital e de infoprodutos – que oferecem conteúdos pagos na internet, como aulas e livros.

  • Empreendedorismo em série

Esse termo se refere àquelas pessoas que empreenderam não uma vez, mas duas, três, quatro ou quantas vezes mais. É o chamado empreendedorismo em série. Geralmente, esse tipo de empreendedor tem a habilidade de identificar boas oportunidades de novos negócios, estruturar as empresas e ser bem-sucedido nos empreendimentos. É comum, também, que essa pessoa não esteja no dia a dia de todos os negócios afinal, são muitos para cuidar. Ela é responsável por iniciar o projeto e garantir sua sustentabilidade, mas a administração da empresa pode ficar por conta de outra pessoa.

Dicas para empreender

O que devo fazer para me preparar para tomar minha carreira como empreendedora ou empreendedor? A resposta pode parecer simples: empreender.

Empreender significa superar desafios, aprender coisas novas, ter e colocar em prática novas ideias. Isso tudo sem falar nas demandas técnicas e práticas, como:

  • Fazer fluxo de caixa,
  • planejamento financeiro e de marketing,
  • gestão de estoque e de pessoas,
  • definição de políticas de bonificação…
  • muitas coisas! E de áreas completamente distintas.

O empreendedor de sucesso é formado por diversas características. Afinal, ele precisa ser versátil e dispor de muito conhecimento para criar, manter e fortalecer algum projeto. Há pessoas com um forte espírito empreendedor que o exercem em diferentes lugares e situações.

Saiba agir diante dos obstáculos sem desistir, defina metas de curto e longo prazo e que sejam mensuráveis e o principal:

NÃO TENHA MEDO DE TENTAR!

Para saber mais informações sobre novas tecnologias e como podemos melhorar e otimizar a sua rotina, acesse o nosso site https://www.supplymidia.com.br/

Compartilhe:
FacebookTwitterLinkedIn

Receba nossas novidades

Junte-se à nossa newsletter para se manter atualizado sobre recursos e lançamentos.

    Ao se inscrever, você concorda com nossa Política de Privacidade e dá consentimento para receber atualizações da nossa empresa.