Entenda as despesas do início do ano e saiba como organizá-las

Entenda as despesas do início do ano e saiba como organizá-las

Entenda as despesas do início do ano e saiba como organizá-las

Todo início de ano vem acompanhado de novas metas, novos projetos e dos boletos de sempre. Para uns a virada do ano é um momento de renovação, para outros, é tempo de surpresas desagradáveis por conta da falta de planejamento financeiro. Isso porque, logo nos primeiros meses, os brasileiros precisam encarar gastos inevitáveis do período especialmente com impostos.

Alguns impostos devem ser pagos integralmente ou têm a primeira parcela com vencimento já em janeiro, como o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

Os principais tributos, são pagos de maneira direta pelo cidadão ou vêm embutidos em produtos e serviços. Além de desembolsos e contas dessa época, é preciso um planejamento financeiro, para serem gerenciadas caso contrário pode levar boa parte do seu salário ou lucro da sua empresa. Mas para que eles servem e como se organizar para pagá-los? Vamos analisar essas questões em nosso blog.

As principais despesas do início de ano 

Listamos 5 dos gastos mais comuns neste período e dicas para organizar cada uma. Confira:

  • IPTU

    O IPTU (Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana) é um tributo anual que incide sobre todos os proprietários de imóveis e terrenos do país. O imposto é de responsabilidade dos municípios, portanto, as prefeituras determinam o seu valor final.

    Apesar de ser cobrado anualmente, o IPTU pode ser pago ao longo de vários meses. Quem opta por pagar à vista tem desconto de em média 3% no valor, podendo ser maior ou menor de acordo com o município.  Quando se trata de IPTU, uma dúvida muito comum dos contribuintes diz respeito à condição de pagamento: afinal, é melhor quitar a dívida à vista ou a prazo? Se estiver mais confortável financeiramente, o ideal é que o pagamento seja feito à vista e aproveite os descontos. Um alerta a ser feito é ficar atento aos compromissos futuros, muitas pessoas se deixam levar pelo bom desconto a acabam esquecendo que haverá outras contas a serem pagas naquele mês ou nos próximos, ficando sem dinheiro para pagar outras despesas.

 

  • IPVA

    Os donos de carros também têm um imposto para acertar no início do ano: o IPVA (Imposto sobre Veículos Automotores). Ele incide sobre os veículos e é cobrado anualmente.

    Assim como o IPTU, o IPVA tem seu valor calculado a partir do valor venal do veículo, ou seja, o preço pelo qual ele seria vendido. O valor é sempre definido pelo estado em que o automóvel está registrado.

    Esse valor é diferente para cada modelo/ano dos carros e para cada estado em que está registrado. Ele é atualizado anualmente e a tabela com todos os valores são disponibilizadas nos sites das secretarias da Fazenda do Estado. A alíquota recolhida varia conforme a categoria do veículo e conforme o Estado em que está registrado.

    O IPVA pode ser pago em até três parcelas ou à vista. Se decidir pagar à vista e em cota única, o contribuinte pode ter desconto no valor, definido ou não pelo governo de cada Estado. A data de vencimento de cada parcela varia de acordo com o número final da placa do veículo. Para conferir o prazo, basta acessar o site da Secretaria da Fazenda do estado.

    O ideal é que o IPVA seja pago à vista apenas quando o contribuinte estiver com as finanças em dia e preparado para as demais contas do mês. Lembrando que se deve evitar ao máximo recorrer a limites do cheque especial e empréstimos, pois isso apenas se tornaria uma bola de neve, devido aos juros altíssimos cobrados

  • Licenciamento

    Em alguns estados, o valor do licenciamento já vem acompanhado do IPVA. Ele pode variar e é cobrado de acordo com o tipo do veículo. O pagamento é extremamente importante para a emissão do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), que deve ser portado pelo condutor de forma obrigatória.

  • Compras de Natal e Ano-Novo

    No final do ano, com a chegada das festividades, muitos consumidores e empresas vão às compras e decidem pagar parceladamente, levando gastos atípicos para os meses seguintes. A escolha não é necessariamente um problema, desde que estas despesas estejam dentro do planejamento financeiro. A recomendação é priorizar o pagamento destas dívidas nos meses de janeiro e fevereiro, a fim de que elas não deixem as contas no vermelho.

  • Seguro

    Qualquer seguro contratado (de vida, automotivo, para celulares ou de casa) sofre renovações anuais, que geralmente têm vencimento justamente nos primeiros meses. Fique atento às apólices para saber se há algum vencimento próximo e, se a resposta for positiva, planeje-se para arcar com essas taxas.

Se organize

Para evitar ficar na inadimplência, o ideal seria estabelecer verbas para determinados gastos, como os para consumo das festividades do fim do ano e para os extras de janeiro. É importante separar uma parte dessa renda para consumir, mas é preciso observar o que vem para o próximo ano.

As contas de início do ano são uma preocupação para a maioria das pessoas e empresas. É necessário fazer um detalhamento de todas as despesas. Coloque tudo na ponta do lápis para saber o valor total de pagamento. Esta é a forma mais indicada, especialmente para quem se programou e reservou o dinheiro com antecedência. Mas tome cuidado e só faça se tiver tranquilidade financeira neste período.

Para quem está no vermelho e desesperado, a dica é rever o orçamento e enxugar as despesas. É necessário manter os gastos sob um rigoroso controle. Passe a poupar algum dinheiro e tenha em mente que os impostos de janeiro se repetem todos os anos.

Para saber mais sobre dicas de gestão de negócios, informações sobre novas tecnologias e como podemos melhorar e otimizar a sua rotina, acesse o nosso site https://www.supplymidia.com.br/.

Compartilhe:
FacebookTwitterLinkedIn

Receba nossas novidades

Junte-se à nossa newsletter para se manter atualizado sobre recursos e lançamentos.

    Ao se inscrever, você concorda com nossa Política de Privacidade e dá consentimento para receber atualizações da nossa empresa.