Conheça o B2C, entenda o modelo de negócio e suas vantagens

Conheça o B2C, entenda o modelo de negócio e suas vantagens

Conheça o B2C, entenda o modelo de negócio e suas vantagens

Ao ingressar no mundo dos negócios, é importante se atentar e se adequar a todos os termos utilizados na sua atuação profissional. Hoje, vamos entender o que é e como funciona o B2C. Os negócios do segmento B2C exigem menos compromisso do cliente com a empresa, o que faz o ciclo de venda ser mais curto e simples.

Falamos no post anterior sobre B2B e para entender a diferença entre os modelos de negócio, é preciso compreender o objetivo e a forma de atuação de cada um deles. Apesar do tema possuir uma fácil compreensão, é muito comum que ocorram algumas confusões referentes à complexidade que as duas operações apresentam ao longo de seus processos de venda.

Cada negócio tem a sua proposta de valor específica. A ideia é que a proposta de valor de um negócio seja verdadeiramente relevante para o seu público-alvo. Se no B2B já é um pouco mais óbvia a importância de acompanhar seu cliente de forma mais personalizada, no B2C, isso se torna um diferencial. Será essa relevância, a qualidade do seu produto, a eficiência da operação da empresa, a comunicação e a estratégia de marketing que, basicamente, diferenciarão você de seus concorrentes no mercado, fazendo com que sua empresa venda mais e aumente sua fidelização de clientes.

 

Homem segurando B2C

O que é o B2C?

B2C é uma sigla para business-to-consumer (empresa para consumidor) que engloba as melhores práticas para promover a marca através de conteúdo relevante e, consequentemente, gerar engajamento.

A diferença entre B2B e B2C é o público-alvo:

  • As empresas B2B (Business to Business) vendem para outras empresas;
  • B2C (Business to Consumer) vendem para o consumidor final.

Ou seja: B2B significa “de empresa para empresa” e B2C “de empresa para consumidor”, representando os principais modelos de negócio.

É fundamental saber o que diferencia essas siglas para entender a dinâmica do mercado e as várias possibilidades de transações entre pessoas jurídicas e físicas.

Vantagens e desvantagens do B2C

Ao contrário das transações feitas com outras empresas, o processo de venda para os consumidores finais é muito mais simplificado, assim como a motivação emocional para a determinada aquisição. O mercado também costuma ser muito mais amplo, assim como as oportunidades.

Por outro lado, alguns pontos de atenção que o modelo B2C oferece são: um ticket de venda menor, grande imprevisibilidade de venda e um relacionamento de curto prazo com o cliente.

Então, observe os pontos positivos e de atenção da modalidade Business to Consumer:

Vantagens

  • Processo de venda mais simplificado
  • Motivação emocional para a compra
  • Grande frequência de aquisição
  • Amplo mercado.

Desvantagens

  • Ticket de venda menor
  • Relacionamento de curto ou curtíssimo prazo
  • Maior imprevisibilidade para as vendas
  • Grande esforço de negociação.

A relação B2C exige que as empresas tentem se aproximar, com frequência, dos consumidores.

As operações B2C

A operação B2C é mais fácil de ser compreendida e está presente em todas as relações de compra e venda que envolvem o consumidor final. Exemplos disso são:

  • Supermercados e lojas de departamentos em geral: você encontra desde roupas até eletrodomésticos e toda a parte de alimentação;
  • Indústrias e distribuidoras que vendem diretamente para consumidores finais;
  • Empresas que prestam serviços de apresentações artísticas como shows, teatro e cinema, por exemplo;
  • Lojas de passagens aéreas e destinos turísticos.

Objetivos das empresas B2C

No século XXI, entre os maiores objetivos (e também desafios) contraídos por essas empresas estão:

  • A customização do relacionamento entre pessoa jurídica (impessoal) e pessoa física (pessoal);
  • A necessidade de fidelização do cliente;
  • A superação da concorrência global;
  • O controle sobre os canais de venda e entrega;
  • O relacionamento B2B assertivo – já que, no caso de distribuidoras e revendedoras, o produto comercializado precisa antes ser obtido de outras organizações.

O Marketing e o B2C

O maior desafio para os profissionais de Marketing para o B2C, é alcançar e engajar seus clientes na era digital. A transformação digital vem ancorando uma mudança comportamental significativa nas pessoas. Os consumidores estão procurando por conteúdo, entretenimento, informação, relações e conexões, quando utilizam os meios digitais.

As redes sociais como Facebook, Twitter, Instagram, entre outras, fornecem um canal direto para construir relacionamento mais estreito com os seus clientes, como nenhum outro meio possibilitou no passado, mas as mesmas características que facilitam este diálogo rápido e por vezes poderoso, podem ser ao mesmo tempo um dos seus maiores obstáculos, se a empresa não estiver estruturada e não tiver uma cultura digital desenvolvida e verdadeiramente orientada ao cliente.

Da mesma forma que sempre ocorreu no comércio tradicional, a disposição do cliente para elogiar e fazer propaganda espontânea da sua marca / produto, não é a mesma que ele tem para criticar, caso ele tenha tido uma experiência negativa e neste caso, as redes sociais colocam ao seu alcance meios fáceis de propagar a todos os seus contatos, literalmente com um clique, a imagem que ele formou a seu respeito.

Além disso, para que as ações de Marketing sejam bem-sucedidas, é importante orientar os esforços no sentido de atingir seus consumidores no momento mais oportuno, que em outras palavras, é a abordagem um a um ou individualizada.

Vendedores B2C

Independente do segmento ser B2B ou B2C é importante sempre manter em mente o seu PCI (Perfil de Cliente Ideal) e a sua persona. Saiba com quem você pretende falar.

Porém uma grande vantagem do atendimento B2C é que, enquanto no B2B é necessário que o vendedor realize um atendimento personalizado, no B2C isso se torna um grande diferencial competitivo. Ao se preocupar com particularidades daquele cliente, torna-se mais fácil atraí-lo e conquistá-lo.

Para o vendedor desse ramo também é fundamental levar em conta os fatores que resultam em compras, como já falamos ao longo do post. E entender as influências que contribuem para que o cliente esteja interessado em fechar negócio com você.  Esse conhecimento é importante porque permite a definição de estratégias específicas para o público-alvo do negócio e os investimentos em campanhas de marketing.

Agora você já sabe os diferenciais de B2B e B2C. Definas suas metas e estratégias, escolha bem as suas opões de investimento e inicie o seu modelo de negócio. Para saber mais informações sobre novas tecnologias e como podemos melhorar e otimizar a sua rotina, acesse o nosso site https://www.supplymidia.com.br/.

Compartilhe:
FacebookTwitterLinkedIn

Receba nossas novidades

Junte-se à nossa newsletter para se manter atualizado sobre recursos e lançamentos.

    Ao se inscrever, você concorda com nossa Política de Privacidade e dá consentimento para receber atualizações da nossa empresa.